Acidente com material biológico entre trabalhadores da área de expurgo em centros de material e esterilização - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i2.1577

Anaclara Ferreira Veiga Tipple, Adenícia Custódia Silva Souza, André Nunes Gomes de Almeida, Shellen Bueno de Souza, Karina Machado Siqueira

Resumo


A limpeza dos artigos odonto-médico-hospitalares realizada por métodos manuais aumenta o risco de acidentes com material biológico. Foram objetivos deste estudo caracterizar os acidentes envolvendo exposição a material biológico entre trabalhadores de expurgos; identificar a freqüência da subnotificação dos acidentes e descrever as medidas de prevenção adotadas. Após aprovação em comitê de ética e consentimento dos trabalhadores, os dados foram coletados mediante entrevista com 111 trabalhadores de Centros de Material e Esterilização de hospitais da cidade de Goiânia, Estado de Goiás. Evidenciou-se que (33) 29,8% dos profissionais relataram ter sofrido acidentes, destes (24) 72,7% foram notificados e nove (27,3%) não foram. A maioria (92,8%) não soube citar os Equipamentos de Proteção Individual indicados para uso no expurgo. Os acidentes foram, predominantemente, ocasionados por objetos perfurocortantes, envolvendo membros superiores. Concluiu-se que a maioria dos profissionais não adere às medidas preventivas, o que os expõem a situações de risco que se agravam quando os acidentes não são notificados.

Palavras-chave


centro de material e esterilização; acidentes com material biológico; biossegurança

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v26i2.1577

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY