Parasitas intestinais e comensais em indivíduos de três Vilas Rurais do Estado do Paraná, Brasil - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i2.1584

Ana Lucia Falavigna Guilherme, Silvana Marques de Araújo, Áurea Regina Teles Pupulim, Jonas Eraldo de Lima Júnior, Dina Lucia Moraes Falavigna

Resumo


As Vilas Rurais implantadas no Paraná, constituíram-se em experiência pioneira de assentamento rural no Brasil para proporcionarem moradia e trabalho com assistência técnica. Este trabalho, realizado entre fevereiro/2001 e fevereiro/2003, teve como objetivo verificar a ocorrência de enteroparasitismo e promover atividades de educação sanitária para a população de três vilas. Foram realizados exames coproparasitológicos pelos métodos de Hoffman e Faust, tratamento e controle de cura dos indivíduos parasitados, atividades de educação sanitária e treinamento de uma equipe de agentes multiplicadores. Enterobius vermicularis, ancilostomídeos e Giardia lamblia foram os parasitas mais prevalentes juntamente com o comensal Entamoeba coli. A avaliação do conhecimento sobre saúde, realizada antes e após a aplicação de educação sanitária, mostrou uma apropriação do conhecimento de até 74,5%. Neste trabalho constatou-se que, apesar dessas comunidades estarem oficialmente estabelecidas, há escassez de programas voltados à área de saúde para os moradores das Vilas Rurais, comprometendo seu crescimento e sustentabilidade.

Palavras-chave


Vilas Rurais; enteroparasitas; educação sanitária; assentamento

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v26i2.1584

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY