A Aids no interior da família: percepção, silêncio e segredo na convivência social - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v26i1.1603

Afra Suelene de Sousa, Luciane Prado Kantorski, Valquíria de Lourdes Machado Bielemann

Resumo


Este artigo trata de um estudo de caso que tem como objetivo entender, a partir da perspectiva da família, suas reações diante do conhecimento de ter um dos seus integrantes acometido pelo vírus da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (HIV/Aids), tendo em vista que é uma doença incurável que pode levar a morte e, ainda, carregada de preconceito. Consiste em uma pesquisa de campo descritiva, analítica e de natureza qualitativa, cuja obtenção dos dados deu-se no domicílio dos familiares. Como instrumento de pesquisa, foi utilizada a entrevista semi-estruturada com seis membros do grupo familiar. No processo de análise dos dados, emergiu o tema da Aids no interior da família, sendo evidenciados as percepções, o silêncio e o segredo como possibilidade de mediação utilizada pela família na convivência social.

Palavras-chave


família; HIV/Aids

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v26i1.1603

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY