Representações sociais de saúde e de doença na velhice - DOI: 10.4025/actascihealthsci.v25i2.2235

Oséias Guimarães de Andrade

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivos descrever algumas características de um grupo de idosos residentes numa cidade do Sul do Brasil e compreender suas representações sociais de saúde e de doença na velhice. O marco referencial utilizado foi a Teoria das Representações Sociais e a estratégia para a coleta de dados incluiu uma entrevista estruturada e a Técnica de Desenho-História com Tema. Os dados produzidos foram submetidos à análise temática e permitiram concluir que o grupo pesquisado possui um corpo de conhecimento particular sobre saúde e doença na velhice. Um modo específico de pensar, de sentir e de agir, frente ao fenômeno saúde/doença, estão coerentes com a natureza social, histórica e cultural do grupo, bem como com o meio no qual está inserido.

Palavras-chave


representações sociais; processo saúde-doença; velhice

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v25i2.2235

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY