A convivência com a hipertensão arterial

Edlene Loureiro Aceti Goes, Sonia Silva Marcon

Resumo


Estudo exploratório desenvolvido junto a 50 indivíduos hipertensos, com o objetivo de conhecer como eles percebem sua convivência com a hipertensão arterial. Os dados foram coletados através de entrevista semi-estruturada e os resultados revelaram que 40% deles se conheciam como hipertensos há mais de 10 anos e que 30% não apresentavam nenhum sintoma, por ocasião do diagnóstico. Grande parte percebe a hipertensão como uma doença que provoca preocupação, medo e revolta, sendo que mais da metade faz uma avaliação negativa de suas vidas após o diagnóstico. As mudanças sentidas com maior pesar estão relacionadas à limitação ao trabalho e a dificuldades financeiras

Palavras-chave


hipertensão arterial; ser hipertenso; percepção da doença

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v24i0.2550

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY