Alterações morfológicas causadas pela reaplicação de ondas de choque eletro-hidráulicas, no rim de ratos

Vicente Massaji Kira, Valdemar Ortiz, César Orlando Peralta Bandeira, Hugo Meister, Juliano José Jorge, Silvia Carreira Ribeiro

Resumo


A recidiva de cálculos urinários é freqüente, necessitando múltiplas aplicações de ondas de choque para seu tratamento. O objetivo deste trabalho é pesquisar alterações morfológicas agudas ocorridas nos rins de ratos submetidos a reaplicação de ondas de choque. Foram utilizados 48 ratos, distribuídos em 4 grupos de 12 animais. O grupo I recebeu duas aplicações de 2000 ondas de choque, com 14 KV de intensidade em intervalo de 14 dias entre as aplicações. O grupo II serviu de controle. O grupo III recebeu apenas uma aplicação. O grupo IV serviu de controle. Os rins foram examinados após 72 horas da aplicação das ondas de choque, observando: hemorragias subcapsular, intersticial e glomerular; perda da junção corticomedular; infiltrado crônico; necrose cortical e edema perivascular. Os resultados mostraram que a reaplicação de ondas de choque eletro-hidráulicas sobre rins de ratos não causou maiores danos que os produzidos pela primeira aplicação.

Palavras-chave


litotripsia; ondas de choque; ondas eletro-hidráulicas; litíase renal

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v23i0.2911

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY