Resposta cutânea a alérgenos ambientais em indivíduos atendidos em serviço de pneumologia, Maringá, Estado do Paraná, Brasil - doi: 10.4025/actascihealthsci.v34i1.7920

Edson Valdemar Guilherme, Ana Amélia Montanha, Reynaldo Rafael Brovini, Valentim Constante Sella, Gustavo Falavigna Guilherme, Ana Lucia Falavigna

Resumo


As alergias respiratórias, comumente as rinites e a asma, vêm se tornando cada vez mais frequentes. Considerando que no Noroeste do Paraná há poucos dados referentes ao assunto, propusemos a verificar os agentes causadores de alergias respiratórias e suas intercorrências em indivíduos atendidos em serviço privado de pneumologia do município de Maringá, Paraná. Estudo tipo observacional transversal, retrospectivo, realizado de janeiro/2004 a dezembro/2005. Os participantes foram avaliados clinicamente e realizado o teste de hipersensibilidade imediata, Punctura – Prick TestR. De cada indivíduo foram anotados os seguintes dados: idade, positividade ao teste, principais alérgenos reagentes, presença ou ausência de atopia, rinite ou asma. De 396 indivíduos, 236 (59,3%) apresentaram positividade para um ou mais alérgenos, sendo que 80 (20,2%) reagiram a três antígenos, 85 (21,5%) a quatro ou mais. A reatividade dos indivíduos foi mais frequente à poeira doméstica (207), Dermatophagoides pteronyssimus (184), Dermatophagoides farinae (158) e Blomia tropicalis (95). Inclusive, poeira domiciliar, D. pteronyssimus e D. farinae ocorreram principalmente em indivíduos com moderada a severa atopia. Aproximadamente 70% dos indivíduos com idade entre seis a 20 anos apresentaram atopia. Considerando o elevado nível de atopia nos pacientes atendidos pelo serviço de pneumologia em Maringá, é imprescindível realizar programas de controle no meio ambiente, juntamente com o acompanhamento e o tratamento médico dos indivíduos atópicos.


Palavras-chave


alergia respiratória; teste cutâneo; alérgenos; asma, rinite

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/actascihealthsci.v34i1.7920

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN 1679-9291 (impresso) e ISSN 1807-8648 (on-line) e-mail: actahealth@uem.br

  

Resultado de imagem para CC BY