DIAGNÓSTICO DE IMPACTO AMBIENTAL DE SISTEMAS HÍDRICOS SOB A ÓTICA DA COMUNIDADE: EXEMPLO DE NOVA CANTÚ – PR

Isabel Terezinha Leli, Carolina V. Minte-Vera, Edilene Santos de Farias, Manoel Davi de Souza Júnior

Resumo


O uso e a gestão de recursos hídricos vêm sendo discutidos em todos os âmbitos que envolvem interesses de cuidado com o meio ambiente. No entanto este assunto não passa de discursos bem intencionados em que, tanto políticos, como a população, faz, mas não conseguem aplicar por si mesmo o que é dito, mas sempre esperam que outro cidadão, considerado “de bom senso” vá por em prática estes ideais de preservação ambiental.  A educação ambiental é fundamental para que se possa haver uma discussão mais ampla sobre o contexto de preservação e recuperação do ambiente. Para tanto, este trabalho tem como foco mostrar, esclarecer e sensibilizar alunos do ensino fundamental do município de Nova Cantú sobre as condições dos canais fluviais mais próximos e que fazem parte do cotidiano dessa população. As técnicas utilizadas para conscientização dos alunos mostrou que o Educador tem papel fundamental no ensino das interrelações entre o ser humano e as outras espécies que vivem em seu meio. Assim o aprendiz adquire capacidade de entender o termo “Ambiente”, como cuidar e preservar as áreas em questão. Os alunos de Nova Cantú foram estimulados a se responsabilizarem, como cidadãos atuantes em seu meio, a diagnosticar a condição atual dos cursos d’água e nascentes da região, comparando o conhecimento tradicional e observações de seus familiares e moradores pioneiros, sobre a situação pretérita dos mesmos.  O resultado do trabalho se vale do ideal que o ensino das ciências  incorpora os princípios da educação ambiental e estimula o educando desde a infância a observar o ambiente. A educação cidadã exercita o trabalho em grupo e individual e leva o conhecimento da sala de aula à comunidade, instigando ações conscientes e multiplicadoras para um acordo com as questões ambientais.


Palavras-chave


Educação. Meio Ambiente. Rios, Alunos. Vegetação

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v31i3.18152



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br