Caminhos para a sustentabilidade: alterações climáticas e sociedades em transição - doi: 10.4025/bolgeogr.v31i2.18690

Rodrigo Muniz da Silva

Resumo


A espécie humana tem uma elevada capacidade de interferência e influência nos sistemas globais. Dentre as alterações globais estão as mudanças climáticas, um tema cada vez mais relevante para as atuais sociedades. Na medida em que as ações antropogênicas alteram os sistemas da Terra, também as condições climáticas do Planeta ficam mais suscetíveis a mudanças. Este trabalho, inicialmente, introduz as alterações climáticas, explanando as ligações entre o sistema climático e os sistemas terrestres e oceânicos, conjugados às influências antrópicas, atentando-se às consequências dessas influências para os ecossistemas e para a vida humana. Tendo em vista tais mudanças globais, sobretudo diante da influência humana, requer-se das sociedades uma transição, e a sustentabilidade é aqui tratada enquanto fundamento para essa transição. Finalmente, são introduzidos alguns conceitos da ‘Permacultura’ e das ‘Iniciativas de Transição’, enquanto possíveis respostas adaptativas às alterações climáticas, e globais, para uma transição adequada aos pressupostos da sustentabilidade.

Palavras-chave


Sustentabilidade; Alterações Climáticas; Mudanças Climáticas; Sociedades em transição

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v31i2.18690



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br