CARACTERIZAÇÃO FÍSICA DA BACIA HIDROGRÁFICA DA PEQUENA CENTRAL HIDRELÉTRICA – PCH, MOSQUITÃO - GO

Daiane Ferreira Batista, João Batista Pereira Cabral, Thiago Rocha, Gustavo Rodrigues Barbosa

Resumo


Conhecer as características físicas das bacias hidrográficas é um processo fundamental para o planejamento de uso e ocupação das terras. O presente trabalho objetivou delimitar e caracterizar as sub-bacias formadoras da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Mosquitão. Para o desenvolvimento do trabalho, foram utilizados dados pedológico, geológico, litológico, geomorfológico, hipsométrico, de declividade, drenagem e de uso e ocupação das terras. A metodologia utilizada foi por meio do Sistema de Informações Geográficas (SIG), com a ferramenta de apoio programa ArcGis 10.1, sendo as bases cartográficas adquiridas pela Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Sistema Estadual de Geoinformação (SIEG), Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) e pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA. Como resultado, têm-se como classes predominantes: pedologia – argissolos e latossolos; geologia – ortognaisses do Oeste de Goiás e formação ponta grossa; litologia – rochas areníticas e graníticas; geomorfologia – superfície regional de aplainamento; hipsometria – de 500 a 700m; declividade – 0 a 20%; drenagem – 6ª ordem; uso e ocupação das terras houve um considerado aumento de agricultura e diminuição da pastagem na bacia em questão. As classes analisadas dão-se de forma heterogênea, as quais devem ser observadas com atenção, pois a intensificação das ações antrópicas sobre a bacia pode oferecer degradação ambiental.


Palavras-chave


Bacia Hidrográfica. Uso e Ocupação. Agricultura.

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v36i3.36320



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br