Centro e novas expressões de centralidade em cidades médias: as respostas do centro tradicional da refedifinição do velho - doi: 10.4025/bolgeogr.v29i1.9965

Gilberto Oliveira Jr.

Resumo


O presente trabalho constitui um movimento reflexivo substanciado nas dinâmicas espaciais e territoriais decorrentes do processo de reestruturação urbana e da cidade que se estabelecem a partir de novas estratégias locacionais do capital em âmbito inter e intraurbano, de forma a aperfeiçoar o espaço urbano à acumulação do capital, ampliando os mercados e aprofundando o mundo da mercadoria. O recorte analítico utilizado no desenvolvimento da reflexão são as novas expressões de centralidade, mais especificamente as que possibilitam uma complexificação da interpenetração de escalas espaciais, incidindo na verticalização econômico-territorial do capital em fragmentos da estrutura urbana, terminando por modificar o processo de estruturação. Nesta direção, trata-se de expressões de centralidade que não decorrem da complexificação dos conteúdos dos fragmentos da estrutura urbana e das relações dos fragmentos em termos da totalidade do tecido urbano pelo crescimento horizontal do referido tecido.


Palavras-chave


Centralidade urbana; reestruturação da cidade; espaço intraurbano

Texto completo:

PDF (baixado


DOI: http://dx.doi.org/10.4025/bolgeogr.v29i1.9965



ISSN 2176-4786 (on-line) e-mail: dge-boletim@uem.br